Tag Archive for voos

Receita aumenta cerco e passageiros precisam estar preparados

Recentemente publicamos aqui no site que a Receita Federal vai iniciar fiscalizações maus austeras em relação às cotas das compras realizadas no exterior. A partir do primeiro semestre de 2015, quem estiver voltando ao país em voos principalmente vindos dos Estados precisa estar sabendo de suas responsabilidades.

Tudo porque, a Receita Federal brasileira irá cruzar dados regressos dos passageiros (através do Passaporte) com dados fornecidos pelas companhias aéreas, através do peso da bagagem na ida e na volta.

Pelo meio deste sistema, chamado de Big Brother, será possível classificar “comportamentos suspeitos” em aeroportos nacionais que operam voos vindos do exterior.

O foco da Receita é coibir a venda de mercadorias estrangeiras sem o pagamento de impostos de importação, o que configura sonegação, assim como o tráfico de drogas. Porém, os turistas também estarão na mira do órgão.

Este sistema já é utilizado em diversos aeroportos ao redor do mundo. Apesar de não ter sido recebido com bons olhos pelos turistas, ele é benéfico ao país, pois coíbe a sonegação e fortalece a indústria nacional.

Aos passageiros que estiverem com passagens aéreas compradas para o exterior podem observar abaixo o que pode ser trazido em voos internacionais assim como as quantidades de cada item. Segue a lista.

Produtos que podem trazidos em voos sem pagamento de taxas desde que não ultrapassem a cota de US$ 500:

 

  • 25 charutos e cigarrilhas;
  • 12 litros de bebidas alcoólicas;
  • 10 maços de cigarros;
  • 250gr de fumo;
  • 20 tipos de souvenires diferentes. Vale lembrar que as “lembrancinhas” não sejam todas iguais e não podem custem mais de US$ 10 cada;
  • 20 unidades de produtos não citados na lista acima, desde que não tenham três itens iguais.

 

Produtos que podem ser trazidos nos voos, sem pagamento de taxas e considerados para uso pessoal;

 

  • Tênis: desde que o número de pares esteja de acordo com os dias da viagem;
  • Tablets, smartphones e notebooks: eletrônicos só são taxados se ultrapassarem a cota de US$ 500.
  • Roupas: desde que o número de itens esteja de acordo com os dias da viagem. Vale lembrar que enxovais para bebês que não estejam presentes no voo serão taxados;
  • Perfumes: podem ser trazidos desde que não estejam na caixa e ser comprovado o uso pessoal;
  • Câmera fotográfica: podem ser traduzidas desde que seja a única da bagagem e esteja em uso;

 

Não podem ser trazidos em voos como bagagem e serão tributados

 

  • Pneus e itens utilizados pela indústria

 

Não podem ser trazidos ao Brasil (passageiros que possuírem alguns desses itens em sua bagagem poderão ser presos)

 

  • Produtos brasileiros que possuem venda exclusivamente no exterior como cigarros e bebidas;
  • Produtos falsificados;
  • Produtos geneticamente modificados;
  • Agrotóxicos;
  • Drogas;
  • Produtos de origem vegetal e animal (existem exceções, como o café).

 

Qantas e LAN anunciam ampliação de codeshare

Qantas e LAN

Durante a semana passada foi anunciando pela companhia australiana Qantas a venda de passagens aéreas através do sistema codeshare.

A empresa anunciou codeshare (voos compartilhados) com a operadora de linhas aéreas chilena LAN. Desta forma, os voos com saída da cidade do Rio de Janeiro (Aeroportos Galeão e Santos Dumont) ou São Paulo (Aeroporto de Viracopos) com destino a Sydney (Austrália) com conexão em Santiago poderão ser compradas através de uma única passagem aérea.

Os voos codeshare também são válidos para voos da empresa chilena LAN entre a cidade de Santiago e Auckland, na Nova Zelândia e Sydney.

A Quantas anunciou na mesma ocasião que, a partir do dia 21 de novembro irá aumentar o número de voos entre Santiago e Sydney. Serão ao todo quatro voos semanais, sempre operados aos sábados, sextas, quartas e segundas – feiras.

Sobre a Qantas

A Qantas é uma empresa aérea da Austrália, considerada a terceira mais antiga do mundo. Qantas é a palavra formada da junção de Queensland and Northern Territory Aerial Services Ltd.

Criada durante o ano de 1920, a Qantas começou a operar voos com aviões biplanos Avro504. Os primeiros voos eram somente para passeios.

Os primeiros voos comerciais começaram a ser operados com aeronaves De Havilland 61.

Qantas e LANDurante o ano de 1928, a Qantas começou a operar voos que levavam médicos para as regiões mais isoladas do país. Já durante o ano de 1934, em parceria com a Imperial Airways, iniciou seus voos para o continente europeu.

No final da década de 1930, a Qantas iniciou a operação de voos que utilizavam hidroaviões em trajetos para a cidade de Londres. Serviço interrompido durante a Segunda Guerra Mundial.

Aeroportos regionais podem receber os mesmos serviços da Copa

Passado o período da Copa do Mundo é chegado o momento de avaliações e balanços sobre os aeroportos brasileiros. Após levantamento de dados confirmou – se o que que já havia sendo ventilado entre a sociedade: sucesso absoluto.

O êxito obtido pelos aeroportos brasileiros durante o período dos jogos servirá de exemplo para a realização de eventos futuros. O próximo acontecimento que trará muitos voos ao país será a realização da Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Porém o sucesso alcançado pelos aeroportos nacionais também servirá de base para as operações de terminais regionais.

O número baixo de atrasos de voos e as acomodações modernizadas foram resultados de planejamento intenso e integração satisfatória entre órgãos estatais e empresas privadas. Segundo o diretor de Gestão Aeroportuária da Secretária de Aviação Civil (SAC), Paulo Henrique Possas, todos os aeroportos devem seguir os mesmos passos e assim, aumentar as experiências positivas dos usuários.

Para o executivo é fundamental aproveitar todas as lições que a experiência proporcionou. A integração entre União e empresas privadas durante a Copa do Mundo deve servir de exemplo positivo a partir de agora. Paulo Henrique ainda saliente que o os aeroportos brasileiros vivem uma boa fase desde a realização de eventos internacionais de grande porte por aqui.

A Copa do Mundo representou o maior dos eventos, mas os aeroportos brasileiros já haviam se saído muito bem em eventos como a Jornada Mundial da Juventude, Rio + 20 e a Copa das Confederações.

O executivo acredita que para que o governo tenha sucesso no plano de revitalização da aviação civil, é necessário manter o mesmo nível de serviços prestados durante os jogos. Atletas, imprensa, turistas e organizadores foram recebidos de forma muito satisfatória em aeroportos internacionais e isso deverá também acontecer em terminais regionais.

 Aeroportuária da Secretária de Aviação CivilO caminho para a tal excelência ainda é longo, mas acredita – se que os aeroportos regionais conseguirão chegar neste nível em breve. O mais difícil já foi feito, segundo Possadas. Agora é apenas necessário manter o alto nível nos grandes centros e dar condições para que terminais menores também façam sua parte.

Os passageiros precisam cada vez mais se sentir contemplados e respeitados quando forem utilizar os serviços dos aeroportos nacionais.

Suspensão dos voos na Spanair

Spanair

No passado dia 27, sexta-feira, a companhia aérea espanhola Spanair fez um comunicado inesperado com sérias repercussões para seus clientes. A empresa tornou pública a suspensão de todas as suas operações e voos a partir daquela mesma data. Segundo o comunicado, feito oficialmente às autoridades aeronáuticas espanholas, o último voo comercial da empresa aterrissou às 22 horas da sexta-feira, dia 27. O site da empresa revela que a direção da Spanair coordenou, com a Aena e com autoridades do Ministério de Fomento, um plano de contingência nos aeroportos. Para justificar esse problema, a Spanair aponta as suas razões. A falta de viabilidade financeira, nos meses seguintes, foi a principal razão para que a companhia optasse pelo fim das operações. Para os passageiros que contavam viajar com a empresa, deverão aceder ao site para encontrar as informações de procedimento ou ligar para a linha telefônica própria para passageiros. No comunicado o desagrado com a situação é bem perceptível. “A direção da Spanair lamenta e pede desculpas a todos aqueles que se vejam afetados por essa situação. Agradecemos a compreensão e a ajuda das autoridades aeronáuticas…”. Outras companhias aéreas estão facilitando a transferência desses passageiros, para outros voos, garantindo que os mesmos não deixem de viajar.

South African Airways inicia voos para o Congo

South African Airways

Para a companhia africana South African Airways (SAA), a expansão pelo continente africano é essencial para o seu desenvolvimento, fazendo parte das linhas estratégicas da empresa. A SAA iniciou voos regulares para Pointe Noire, no Congo, na última quinta-feira, dia 26 de janeiro. Com essa nova rota, a companhia aumenta o número de linhas aéreas, operando agora em 21 cidades em toda a África. Pointe Noire, é a capital econômica e também a segunda maior cidade do Congo, depois da capital Brazzaville. Esse é o quarto destino inaugurado pela SAA no ano fiscal de 2011/2012, para além de Ndola (Zâmbia), Kigali (Ruanda) e Bujumbura (Burundi). Em Point Noire está localizado o parque petroleiro do Congo, país que é um dos principais produtores de petróleo na África Central. A cidade congolesa é servida duas vezes por semana com o Airbus A319 da SAA, com 120 assentos: 95 na econômica e 25 na executiva. Nelson de Oliveira, diretor geral da SAA para a América do Sul, afirma que “… esses novos voos reforçam a vocação de Joannesburgo em ser a porta de entrada para a África, facilitando as viagens de passageiros do Brasil e da Argentina, como também de toda a América do Sul para esse importante centro comercial e industrial africano.”. Para os membros do programa de milhagem Voyager, da SAA, existem promoções para ganhar milhas nos voos entre Joannesburgo e Pointe Noire.

Passageiros da Air France com regalias

Air FranceA empresa francesa de aviação Air France lançou um serviço personalizado que promete agradar seus passageiros com uma enorme variedade de serviços diferenciados. Oferecidos no Aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, incluem o acompanhamento de um agente da Air France ao passageiro durante o trajeto no aeroporto com prioridades para nos voos nas partidas, conexões e desembarques. Entre outros serviços estão opções de transferências entre o aeroporto e a cidade de Paris ou entre a cidade e o aeroporto, que incluem micro-ônibus, carro com motorista ou motocicleta. Uma opção futura será a entrega de bagagem em qualquer endereço fornecido da região de Paris.

Air FranceO diretor de marketing do grupo Air France-KLM, Christian Herzog, ressalta que serviços como esse disponibilizados pela Air France são uma busca constante da empresa para continuar facilitando e customizando a viagem do início ao fim, seja ela a passeio ou negócios.

As regalias da assistência personalizada no Aeroporto Charles de Gaulle têm preços a partir de 200€ (mais acréscimo de impostos) para o acompanhamento de até 4 pessoas por agente responsável. A contratação do serviço pode reverter-se em pontos para os membros do programa Flying Blue das linhas aéreas, cada passageiro acumula 400 milhas a cada compra.

Aeroméxico inicia operações para a Venezuela.

A Aeroméxico linhas aéreas, a companhia do México no mundo, anunciou no dia 10 de outubro o inicio das suas operações entre a Cidade do México e Caracas, com voos diretos e diários, como parte do plano de expansão internacional anunciado pela empresa para este ano.

Aeroméxico

Os voos serão operados com aeronaves de última geração o Boeing 737, em horários que permitirão a todos os passageiros se conectar com a ampla rede de destinos nacionais e internacionais da companhia, que incluem mais de 40 cidades no México, 15 nos Estados Unidos e Canadá, 3 na Europa e 2 na Ásia.

Essa nova rota fortalecerá o intercâmbio cultural e de negócios que existe entre México e Venezuela, além de oferecer mais opções para os passageiros que buscam sempre uma maior conectividade. Com o voo a Caracas, a Aeroméxico passa a ter dez destinos dentro e fora da América Latina, se consolidando como a companhia aérea do México com maior presença internacional e que une três continentes.

Se a sua intenção é viajar para algum dos destinos operados pela companhia aérea, não perca tempo em reservar. Quanto mais cedo, mais barato! Lembre-se disso!

Aeroméxico

X